Vereadores disseram NÃO: Câmara de Vereadores do Recife surpreende sobre homenagem a Bolsonaro.

02/07/22

Por Mirella Araújo
blogfolhadosertao.com.br

Autor da proposta, Dilson Batista declarou apoio a pré-candidata a governadora Marília Arraes (Solidariedade)

GUGA MATOS/JC IMAGEM
Caso projeto fosse aprovado, Bolsonaro poderia receber a maior honraria da Câmara de Vereadores do Recife – FOTO: GUGA MATOS/JC IMAGEM
O vereador do Recife Dilson Batista (Avante) pediu para que fosse retirado de pauta o Projeto de Decreto Legislativo Nº 31/2022, que previa a entrega da medalha José Mariano – considerada a maior honraria da Câmara de Vereadores do Recife, ao presidente da República Jair Bolsonaro (PL).

A solicitação, divulgada nesta sexta-feira (1º),  também veio acompanhada da oficialização do apoio do parlamentar à pré-candidata a governadora de Pernambuco, Marília Arraes (Solidariedade), que tem em sua chapa o pré-candidato a vice-governador Sebastião Oliveira, líder do Avante. Desta forma, a proposta que seria colocada em votação no Plenário da Casa, no dia 5 de julho, não será mais discutida.

Após reunião com lideranças do seu partido, durante a semana, o vereador Dilson Batista, que também é pré-candidato a deputado federal, reconsiderou a sua posição, destacando ser mais importante “o respeito às lideranças partidárias e à fidelidade ao partido”.

“Vejo em Marília Arraes uma líder com a melhor proposta para a segurança do Estado, principalmente para os policiais ativos e aposentados. Ela é uma mulher sensível às necessidades das forças policiais e às suas famílias. Acreditamos muito na sua capacidade de administrar. Junto com sua equipe de programa de governo estamos colaborando na elaboração de uma concepção avançada de defesa social, que dentro em breve será apresentada ao povo pernambucano.”, declarou Dilson.

Dilson Batista foi 2º Sargento da Polícia Militar por 16 anos. Em 2020, foi eleito ao primeiro mandato de vereador com 4.404 votos. A sua proposta de trabalho foi sempre voltada para a segurança pública, especialmente no fortalecimento da Polícia Militar e Guarda Municipal.

“Sei que ao lado de Marília Arraes, poderemos fazer grandes transformações nesse sentindo e fazer com que os trabalhadores da segurança pública sejam dignificados e o povo pernambucano se sinta mais seguro “, concluiu o vereador.

Tiago CalazansO vereador Dilson Batista é um dos representantes do bolsonarismo na Câmara Municipal de Vereadores do Recife – Tiago Calazans

Mais adesão: Prefeito de São Caetano, do União Brasil, declara apoio a Danilo

02/07/22

blogfolhadosertao.com.br

 

Mais um prefeito do União Brasil, partido de Miguel Coelho, declarou apoio a Danilo Cabral  (foto) para governador de Pernambuco. Foi o gestor de São Caetano, Josafá Almeida, que, nesta sexta-feira (1º), em entrevista aos blogs da região, anunciou seu lado na disputa. “Vamos fazer de Danilo o governador mais votado da história de São Caetano”, cravou o prefeito, que foi mais votado da história da cidade, quando elegeu-se em 2020.

A relação política de Josafá com Danilo é antiga. O prefeito lembrou que seu pai votava no pai de Danilo, Adalberto Farias, que foi deputado estadual. “Você tem o respeito do povo de São Caetano. Quando muitos desacreditavam a nossa campanha de prefeito, você estava ao meu lado. E eu devo essa gratidão a você. Fui até Brasília lhe pedir ajuda e você ajudou São Caetano com uma retroescavadeira e uma emenda com nossa saúde. Você não é nenhum estranho aqui, não”, destacou.

“Fique certo, Danilo, da mesma forma que eu fui porta a porta junto com minha equipe de vereadores; nosso grupo político vai pedir voto lata você. É um compromisso nosso! Da mesma forma dizer que eu nem conheço a deputada Teresa Leitão, mas será nossa candidata ao Senado”, assegurou Josafá.

Outro prefeito do partido de Miguel que declarou voto em Danilo foi Flavio Gadêlha, de Abreu e Lima.

Foto: Marcus Mendes

Gonzaga Patriota articula elaboração dos projetos de pavimentação das PEs 615 e 630

02/07/22

blogfolhadosertao.com.br

 

 O deputado federal Gonzaga Patriota (foto- PSB) conseguiu articular, junto ao governador do Estado, Paulo Câmara, a elaboração dos projetos de  pavimentação asfáltica das rodovias estaduais PE-615 e PE-630 que cortam os municípios das regiões do Araripe e do São Francisco, no Sertão. Esse era um sonho antigo de muitas lideranças da região que vinham lutando para transformá-lo em realidade.  A notícia foi comemorada, principalmente, pelos integrantes do Conselho Popular de Petrolina, da Bacia do São Francisco e da Comissão Permanente Todos Pela PE 630.

Durante a agenda do Plano Retomada, o governador Paulo Câmara anunciou que vai autorizar a elaboração do projeto da PE-630 e construir parte da primeira etapa, de Trindade a Barra de São Pedro, distrito de Ouricuri.

Os líderes do Conselho Popular, Rosalvo Antônio e Zezinho de Mindú, se encontraram com o governador Paulo Câmara em Ouricuri e entregaram um ofício que foi assinado por José Manoel de Souza, Coordenador Geral; Rosalvo Antônio, secretário de Comunicação e Relações Sociais do Conselho Popular e Coordenador Adjunto da Comissão Permanente Todos Pela PE 630; pelo presidente da Câmara de Santa Filomena, Geandro e pelo deputado federal Gonzaga Patriota, que já vinha dialogando com os líderes do Movimento.

Alepe aprova lei que destina R$2,3 bilhões dos precatórios do Fundef para professores

02/07/22

Por Fábio Nóbrega/Folhape

Dívida da União é da ordem de quase R$ 4 bi; restante será para melhorias das escolas
Professor em sala de de aula da rede estadual de ensino de Pernambuco

Deputados estaduais da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovaram, nessa quarta-feira (29), em segunda e última discussão, a lei que destina 60% dos recursos dos precatórios do extinto Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) aos professores da rede estadual que lecionaram entre 1997 e 2006.

A verba faz parte de uma dívida de R$ 3,8 bilhões da União com Pernambuco e terá que ser paga ao Estado, conforme decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O processo refere-se a um erro no cálculo do repasse ao Fundef do Estado entre 1997 e 2006.

Os professores receberão cerca de R$ 2,3 bilhões. O resto do montante será investido em ações de manutenção e desenvolvimento do ensino, como a requalificação de escolas e outras.

A Secretaria de Educação de Pernambuco informou que faz um levantamento junto à Secretaria de Administração para identificar quantos profissionais irão receber os precatórios. Não há previsão de quando o dinheiro começará a ser pago, uma vez que o repasse depende do pagamento por parte do governo federal.

Os precatórios do Fundef estão entre as maiores dívidas da União e somam R$ 17,5 bilhões, sendo R$ 16,5 bilhões para os estados de Pernambuco, Amazonas, Bahia e Ceará e R$ 1,3 bilhão para um conjunto de municípios.

A Lei que criou o Fundo estabelecia que 60% dos recursos fossem aplicados na remuneração dos profissionais do magistério em efetivo exercício no Ensino Fundamental público. Em 2002, o Estado moveu uma ação contra a União alegando que esta vinha calculando de forma equivocada o mínimo anual a ser enviado ao Fundef-PE.

“Aprovada essa lei, tão logo os recursos sejam depositados pela União, por meio de precatório [procedimento administrativo para o pagamento do débito], o Estado estará apto a fazer os repasses aos professores. Sem sombra de dúvida, é uma verba importante para os trabalhadores em educação”, afirmou a deputada Teresa Leitão, relatora do projeto na Comissão de Administração Pública.

Por conta da PEC dos Precatórios, que fracionou o pagamento das dívidas do Fundef, a expectativa é receber 40% em 2022, mais 30% em 2023 e os 30% restantes em 2024.

Após a aprovação em plenário, o texto segue para sanção do governador Paulo Câmara, autor do projeto de lei enviado em regime de urgência à Alepe. O texto da lei deverá ser publicado em breve no Diário Oficial do Estado.

Quem irá receber os precatórios do Fundef?
De acordo com o texto final do projeto, aprovado pela Comissão de Redação Final e publicado na edição desta quinta-feira (30) do Diário Oficial do Estado, irão receber os precatórios do Fundef:

– profissionais do magistério da educação básica que estavam em cargo, emprego ou função, integrantes da estrutura, quadro ou tabela de servidores do Estado de Pernambuco, com vínculo estatutário, celetista ou temporário, desde que em efetivo exercício das funções na rede pública do Estado de Pernambuco durante o período em que ocorreram os repasses a menor do Fundef (1997-2006)
 aposentados que comprovem efetivo exercício na rede pública escolar do Estado de Pernambuco durante o período em que ocorreram os repasses a menor do Fundef, ainda que não tenham mais vínculo direto com o Estado de Pernambuco
– herdeiros, em caso de falecimento dos profissionais citados

Já a fixação dos percentuais e critérios para divisão do rateio entre os profissionais beneficiados observará as seguintes etapas:

– identificação dos profissionais que fazem jus aos respectivos valores, bem como de sua jornada de trabalho e do período de efetivo exercício no magistério, mediante busca na base de dados da Secretaria de Administração, da Secretaria de Educação e Esportes e da Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco (Funape)
– cálculo do valor hora-aula referência, unidade para obtenção do valor individual para cada um dos profissionais
– obtenção do valor individual a ser disponibilizado a cada um dos beneficiados, observando a proporcionalidade, conforme jornada de trabalho e período de efetivo exercício no magistério nos anos de 1997 a 2006

– PUBLICIDADE –

Número 2 da Caixa pede desligamento do banco após queda de presidente

02/07/22

Agência Globo

blogfolhadosertao.com.br

Celso Leonardo Barbosa, entregou nesta sexta-feira carta em que renuncia ao cargo
Celso Leonardo Barbosa
O vice-presidente de Negócios de Atacado da Caixa Econômica Federal, Celso Leonardo Barbosa, entregou nesta sexta-feira (1º) carta em que renuncia ao cargo. O pedido de demissão ocorre após diversas denúncias de assédio sexual de funcionárias do banco terem levado à queda de seu chefe, Pedro Guimarães. A informação havia sido antecipada pelo colunista Lauro Jardim.
“Por orientação de sua defesa o vice-presidente da Caixa , Sr. Celso pedirá desligamento. Embora não conste absolutamente nada em seu desfavor, entende ser neste momento necessário Para que não se questione as a imparcialidade das apurações . Importante destacar a sua atuação profissional que contribuiu para a Recuperação do foco estratégico nas MPEs, com o Pronampe, FGI e FAMPE, realizando a parceria chave com o SEBRAE Nacional”, informou a advogada do executivo, Luciana Pires. Em comunicado enviado na noite de hoje, o banco confirmou ter recebido a carta de renúncia.

— O afastamento será necessário até pela garantir a lisura da investigação e demonstrar, oportunamente, que ele nunca se envolveu nesse episódio. É uma possibilidade o afastamento dele, mas por ora isso ainda não aconteceu — disse a advogada ao Globo.

A Caixa está em processo de contratação de uma auditoria externa para apurar as denúncias de assédio sexual contra mulheres no banco, após o afastamento de Pedro Guimarães da presidência da Caixa, envolvido no escândalo. A decisão de contratar uma empresa independente foi tomada nessa quinta-feira pelo conselho de administração do banco.

Segundo relato de testemunhas e que estão sendo apuradas pelo Ministério Público Federal, Celso também está envolvido no caso. Amigo de Guimarães, o executivo o acompanhava nas viagens a trabalho, onde a maior parte dos assédios aconteciam. Celso era considerado braço direito de Guimarães e era substituto nas ausências no cargo.

Celso nasceu no Rio. Ele assumiu o cargo de assessor estratégico da presidência da Caixa em janeiro de 2019. Lutador de MMa, ele iniciou a carreira nas empresas Esso, Nortel e Shell, onde foi gestor do programa social para jovens empreendedores, segundo informações da Caixa. Foi consultor do Sebrae.
Leia também
• Mourão critica casos de assédio na Caixa: ‘Uma das piores coisas que podem acontecer’
• Prefeitura do Recife participa de Mutirão dos Superendividados do Procon-PE
• Preços de diesel e gasolina já têm queda nos postos, diz ANP

Governo orienta profissionais de Garanhuns para atuarem no combate às violações de direitos de crianças e adolescentes durante o FIG

02/07/22

Imprensa Des. Social PE 
blogfolhadosertao.com.br
 
A ação, promovida pelo programa estadual Atenção Redobrada, buscou formar os trabalhadores municipais da assistência social para atuarem de forma preventiva às violências
 
Para prevenir casos de exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes, além do trabalho infantil, durante a edição deste ano do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), o Governo do Estado promoveu uma oficina de orientação técnica para que os profissionais da assistência social da cidade possam atuar de maneira preventiva. A formação faz parte dos eixos norteadores do programa estadual Atenção Redobrada, iniciativa gerenciada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) que se materializa nos grandes festejos que acontecem em Pernambuco. 
 
A oficina dialogou sobre formas de abordagem social e sensibilização junto à rede hoteleira, bares e restaurantes, além de fazer uma ampla discussão sobre o trabalho intersetorial. “Precisamos que as equipes municipais trabalhem em sintonia com a perspectiva da garantia de direitos. Por isso, as oficinas do Atenção Redobrada são desenvolvidas para discutir as melhores dinâmicas e trocar saberes para que possamos conscientizar a sociedade em geral e, nos casos identificados, acolher as vítimas”, ressalta a secretária executiva de Políticas para a Criança e Juventude, Cristiane Barbosa. 
 
O gerente de Políticas para Criança, Macdouglas de Oliveira, destacou a importância do trabalho integrado entre profissionais e órgãos que fazem parte da rede de proteção de direitos das crianças e adolescentes. “Os profissionais que compõem o sistema de garantia de direitos de crianças e adolescentes e que estarão na organização das ações preventivas precisam se compreender enquanto uma rede de proteção e atuar de forma consolidada, para que o atendimento à vítima seja feito com o acolhimento necessário”, pontuou. 
 
As formações são consideradas estratégicas para o fortalecimento da rede de proteção e permitem que as equipes estaduais apresentem os fluxos de atendimento e a metodologia necessária para a criação de espaços físicos de proteção, locais construídos para acolher crianças em situação de risco e vulnerabilidade. 
 
Atenção Redobrada – Criado em 2011, o programa desenvolve ações de prevenção, articulação, sensibilização e enfrentamento ao trabalho infantil, à exploração sexual, ao consumo de substâncias psicoativas e à venda de bebidas alcoólicas e outras violações de direitos de crianças e adolescentes. O Atenção Redobrada atua durante os principais festejos e eventos de grande porte do calendário estadual, realizando campanhas de alerta à população sobre as violações de direitos da criança e adolescentes.
 
Foto: Costa Neto/Secult-PE

Gonzaga Patriota homenageia Petrolândia na data do seu aniversário de emancipação política

01/07/22

blogfolhadosertao.com.br

 

 

 

Segue o pronunciamento de Gonzaga Patriota, na íntegra:

 

“Hoje, dia 01 de julho, é comemorado o aniversário do município de Petrolândia no Sertão do Estado de Pernambuco.

Petrolândia é um município brasileiro do estado de Pernambuco, localizado às margens do Rio São Francisco, à distância aproximada de 430 km da capital Recife. Tem o sexto maior PIB e o quarto maior PIB per capita do estado, onde ganha destaque nos setores da indústria, comércio, agropecuária e turismo e por abrigar a Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga.

Petrolândia é Capital Pernambucana da Coconicultura (ou Co-coicultura), título conferido pela Lei Nº 14.591, de 21 de março de 2012.

A colonização da região começou no século XVIII, quando foram fundadas as fazendas Brejinho da Serra e Brejinho de Fora. Os primeiros núcleos de povoamento surgiram onde havia uma frondo-sa árvore de jatobá e um bebedouro para o gado. Por causa disso, o povoado ficou conhecido como Bebedouro de Jatobá.

Em 1859, em busca de apoio político para sustentar-se no poder, o Imperador D. Pedro II visitou o Norte, mais especialmente a

região hoje conhecida por Sertão do Submédio São Francisco, com longa excursão por cidades ribeirinhas entre as atuais margens de Alagoas, Sergipe e Bahia. Da margem onde atualmente está situada Delmiro Gouveia, o Imperador conheceu a cachoeira de Paulo Afonso.

Após a visita, o Dom Pedro II distribuiu títulos nobiliárquicos na região e, tempos depois, autorizou a construção de uma ferrovia na região, que seria denominada Paulo Afonso, para ligar economicamente o Alto e o Baixo São Francisco, separados por obstáculos naturais, como cachoeiras e corredeiras, que impediam o transporte fluvial.

Em Petrolândia foram construídos um cais e uma estação da ferrovia. Esta linha era uma ferrovia isolada das outras e foi construída no início dos anos 1880 – mais exatamente, foi inaugurada em 1883 – para ligar os dois pontos do rio São Francisco onde, entre eles, não era possível a navegação.

A estação local recebeu o nome de Jatobá, nome do povoado onde foi construída. O porto fluvial para receber e embarcar cargas que vinham pelo rio e que seguiam de ou para Piranhas, cerca de 115 km rio abaixo, ponto final da ferrovia, em Alagoas, onde ficava a maior parte da ferrovia, que não cruzava o rio São Francisco, percorrendo sempre sua margem esquerda.

Em 1887, a sede do município de Tacaratu foi transferida para o povoado de Jatobá, pela primeira vez, devido ao crescimento e desenvolvimento do povoado, causado pela ferrovia. No entanto, as lutas políticas entre grupos da região e mais a construção de outras ferrovias, em Juazeiro e Pirapora, também nas margens do rio, cidades que passaram a ser ligadas por vapores fluviais, o comércio em Jatobá decaiu bastante. Para piorar, em 1906 e em 1919 o rio transbordou e destruiu diversas casas em Jatobá. Como resultado, a sede do município voltou novamente para Tacaratu, em 1928.

Em 1935, Jatobá passou a se chamar Itaparica, nome de uma das cachoeiras próximas. A estação ferroviária mudou de nome também e, em 1943, Itaparica voltou a ser a sede do município. No final

desse mesmo ano, mudou outra vez de nome. Passou a ser Petrolândia, em homenagem a Dom Pedro II.

Em 1964, a ferrovia encerrou suas atividades, sob alegação de ser altamente deficitária. Os rumores desse fechamento vinham desde 1942 e somente por pressões políticas a ferrovia continuou funcionando por mais 20 anos.

No dia 6 de março de 1988, a sede administrativa de Petrolândia foi oficialmente transferida para uma a nova cidade, construída às margens da BR-316. O centro da antiga cidade e vários povoados situados em áreas próximas ao rio foram alagados para a construção da Usina Hidrelétrica de Itaparica, posteriormente renomeada Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga. A população foi reassentada em bairros da Nova Petrolândia, em agrovilas e projetos de irrigação.

A partir do enchimento do Lago de Itaparica, além das atividades pecuárias e agricultura de sequeiro tradicionais, novas atividades foram implantadas ou cresceram em importância no município, como a piscicultura em tanques redes e a fruticultura irrigada.

Localiza-se a uma latitude 08º58’45” sul e a uma longitude 38º13’10” oeste, limitando-se ao Norte com Floresta, ao sul com Jatobá, a leste com Tacaratu e a Oeste com o Estado da Bahia.

Das principais atividades econômicas destacam-se a agricultura na produção de fruticultura irrigada, também o comércio, a indústria, a pecuária, a piscicultura e o turismo.

A cada cidadão de Petrolândia meus cumprimentos pela passagem de sua emancipação política”.

Deputado GONZAGA PATRIOTA

PSB/P

Que País é este? Daniel Silveira vai receber medalha da Biblioteca Nacional dada para quem contribui com a literatura

01/07/22

O Globo

blogfolhadosertao.com.br

Nomes como Gilberto Freyre e Carlos Drummond de Andrade já receberam a homenagem
Daniel Silveira

O deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) vai receber da Biblioteca Nacional a medalha da Ordem do Mérito do Livro, tradicionalmente dada pela instituição a pessoas que contribuem com a literatura. A informação foi dada inicialmente pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

A cerimônia de entrega da homenagem está marcada para as 15h30 desta sexta-feira (1). Antes, às 10h30, ex-funcionários da biblioteca também vão receber a medalha. Em seu site oficial, a Biblioteca Nacional informou que o prédio da instituição ficará fechado nesta sexta-feira “por motivos de força maior”.

Acadêmicos, escritores e intelectuais como o poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade e o sociólogo e escritor pernambucano Gilberto Freyre já receberam a medalha da Ordem do Mérito do Livro. Neste ano, a medalha será entregue, ao todo, para 200 personalidades por conta do Bicentenário da Independência.

Leia também
• PGR defende legalidade do perdão da pena de Daniel Silveira
• Câmara defende liberação da cota parlamentar de Silveira
• PGR pede que STF reconheça indulto a Daniel Silveira
• Daniel Silveira repete bolsonaristas em desobediência ao STF; veja a lista
• Imortal da ABL, Marco Lucchesi recusa medalha da Biblioteca Nacional dada também a Daniel Silveira

Gonzaga Patriota reverencia Afogados da Ingazeira pelos 113 anos de emancipação política

01/07/22

blogfolhadosertao.com.br

 

 

Pronunciamento do deputado  Gonzaga Patriota (foto) , na íntegra: 

 

Hoje dia 01 de julho é comemorado o aniversário de 113 anos de emancipação política do município de Afogados da Ingazeira, no Sertão do meu querido Estado de Pernambuco.

A cidade de Afogados da Ingazeira teve origem em uma antiga fazenda de criação pertencente a Manuel Francisco da Silva. O desenvolvimento da cidade data de 1870, época em que a edificação de casas cresceu. A origem do nome explica-se com a seguinte história: em tempos distantes, um casal de viajantes tentando atravessar o rio Pajeú, em época de enchente, foi levado pela correnteza e desapareceu. Somente dias depois os cadáveres foram encontrados.

Como o município era distrito da cidade de Ingazeira e já existia uma comunidade, no Recife, chamada “Afogados”, terminou incorporando o nome de Ingazeira ao seu nome. Daí o nome Afogados da Ingazeira.

O município, Senhor Presidente, foi desmembrado da cidade de Ingazeira pela Lei Provincial n.º 295, em 05 de maio de 1852. Mais tarde, em 1909, foi elevado à categoria de cidade.

Administrativamente, Senhor Presidente, o município é formado pelo distrito sede e pelos povoados de Carapuça e Queimada Grande. Afogados da Ingazeira oferece belezas naturais e um artesanato que surpreende seus visitantes, com destaque para as tradicionais bonecas de pano, de várias formas e tamanhos.

Um dos principais pontos turísticos da cidade é a Serra do Giz, em cujas encostas, encontram-se dezenas de desenhos rupestres. Uma

verdadeira área para estudo, pesquisa e contemplação. No mês de junho, durante os festejos de São João, a cidade se enche de barraquinhas pelas ruas, quando também é comemorada a emancipação do município. Nessa mesma época acontece o Festival Regional da Sanfona, uma das maiores festas de Afogados.

Acompanhando o desenvolvimento da região do Pajeú-Moxotó, o município também tem sustentação na agropecuária, com a bovinocultura e a caprinocultura. A agricultura é diversificada, com o cultivo de milho, mandioca e frutas. O artesanato movimenta grande parte da população com a confecção de bonecas de pano. O produto é distribuído para todo o Estado e já é uma marca forte da cultura pernambucana.

Afogados da Ingazeira está localizada na Região de Desenvolvimento do Pajeú, no Sertão Pernambucano. Com uma área de 8.689 km², a região abrange cerca de 9% do território estadual e é composta por 17 municípios: Afogados da Ingazeira, Brejinho, Calumbi, Carnaíba, Flores, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Mirandiba, Quixaba, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Terezinha, São José do Belmonte, São José do Egito, Serra Talhada, Solidão, Tabira, Triunfo e Tuparetama.

Gostaria, Senhor Presidente, de enfatizar nesse momento o belíssimo trabalho desenvolvido pelo Prefeito Alessandro Palmeira, seu vice-prefeito Daniel Valadares e de toda sua equipe, dando continuidade aos oito anos de outra bela administração do ex-prefeito José Patriota.

Nesses últimos anos de administração, Totonho Valadares, José Patriota, e agora, Alessandro Palmeira, conseguiram transformar o município com ações repercutidas em todo o estado de Pernambuco. Sou testemunha do esforço desses prefeitos e de suas equipes, em conseguir levar recursos daqui de Brasília para sanar os problemas da população de Afogados da Ingazeira.

Tenho certeza que esse querido município continuará trilhando o caminho do sucesso e do desenvolvimento. Mais uma vez reitero meu compromisso de ajudar essa bela cidade do Sertão de Pernambuco, destinando emendas como faço há alguns anos, conforme planilha abaixo:

RECURSOS PARA AFOGADOS DA INGAZEIRA de 2007 a 2022

ANO OBJETO VALOR EMENDA VALOR EMPENHO VALOR PAGO OBSERVAÇÃO

2006 Construção da Ponte sobre Rio Pajeú e vias de acesso Anel Viário 2.428.209,57 2.428.209,57 2.428.209,57 Gonzaga Patriota – EXTRA

2007 Recuperação estrada vicinal 100.000,00 100.000,00 100.000,00 Gonzaga Patriota Através do INCRA

2007 Implantação de Centro Tecnológicos- EXTRA 650.000,00 650.000,00 650.000,00 Gonzaga Patriota – EXTRA

2007 Melhorias sanitárias domiciliares 90.000,00 90.000,00 90.000,00 Gonzaga Patriota

2007 Aquisição de equip. hospitalares 50.000,00 50.000,00 50.000,00 Gonzaga Patriota

2008 Aquisição de Patrulha Mecanizada 500.000,00 487.500,00 487.500,00 Gonzaga Patriota

2008 Pavimentação do Sistema Viário Min. Turismo- EXTRA 975.000,00 975.000,00 975.000,00 Gonzaga Patriota – EXTRA

2009 Festa São João 200.000,00 200.000,00 200.000,00 Gonzaga Patriota

2009 Calçamento de ruas no município 600.000,00 592.000,00 592.000,00 Gonzaga Patriota

2009 Calçamento de ruas no município – Via Secretaria das Cidades 180.000,00 180.000,00 Gonzaga Patriota

2009 Compra Alimentos Sec. De Alimentação – MDS – EXTRA 1.355.129,75 1.355.129,75 1.355.129,75 Gonzaga Patriota – EXTRA

2010 Aquisição de Patrulha Mecanizada 500.000,00 487.500,00 487.500,00 Gonzaga Patriota

2010 Festa São João 185.000,00 125.000,00 125.000,00 Gonzaga Patriota

2010 Calçamento de ruas no município 150.000,00 146.950,00 146.950,00 Gonzaga Patriota

2010 Horas Máquinas – CODEVASF Via IPA 100.000,00 100.000,00 Gonzaga Patriota

2010 Aquisição ônibus FNDE- EXTRA 601.920,00 601.920,00 601.920,00 Gonzaga Patriota – EXTRA

2011 Calçamento de ruas no município 789.800,00 789.800,00 Gonzaga Patriota – Convênio Anulado

2011 Compra Alimentos Sec. De Alimentação – MDS – 451.709,91 451.709,91 451.709,91 Gonzaga Patriota – EXTRA

2011 Implementação de Escolas – Educação Básica – FNDE 578.126,84 578.126,84 578.126,84 Gonzaga Patriota

2011 Construção Quadra Escolas FNDE 487.019,30 487.019,30 487.019,30 Gonzaga Patriota

2012 Calçamento de ruas no município 789.800,00 789.800,00 Gonzaga Patriota Não assinou contrato

2012 Implementação de Escolas – Educação Infantil – FNDE 1.576.735,05 1.576.735,05 1.576.735,05 Gonzaga Patriota – EXTRA

2012 Mobiliário Escolar -FNDE 92.081,54 92.081,54 92.081,54 Gonzaga Patriota

2012 Construção Quadra Escolas FNDE 487.019,30 487.019,30 487.019,30 Gonzaga Patriota

2012 Aquisição de Ônibus, Mobiliários, Equipamentos e Projetor – FNDE 1.497.822,60 1.497.822,60 1.497.822,60 Gonzaga Patriota – EXTRA

2013 Calçamento de ruas no município 450.000,00 443.650,00 443.650,00 Gonzaga Patriota

2013 Aquisição Trator Esteira 200.000,00 195.000,00 195.000,00 Gonzaga Patriota

2013 Construção Quadra Escolas FNDE 325.847,90 325.847,90 254.605,95 Gonzaga Patriota

2013 Implementação de Escolas – Educação Básica – FNDE 382.021,28 382.021,28 254.000,00 Gonzaga Patriota

2014 Calçamento de ruas no município 500.000,00 493.100,00 493.100,00 Gonzaga Patriota

2014 Melhorias S. Domic.- FUNASA 250.000,00 250.000,00 250.000,00 Gonzaga Patriota

2014 Construção Quadra Escolas FNDE 361.468,87 361.468,87 361.468,87 Gonzaga Patriota

2014 Implementação de Escolas – Educação Básica – FNDE 1.021.727,33 1.021.727,33 1.021.727,33 Gonzaga Patriota – EXTRA

2014 Aquisição Ônibus escolar 667.500,00 667.500,00 667.500,00 Gonzaga Patriota – EXTRA

2015 Melhorias S. Domic.- FUNASA 555.000,00 499.624,76 499.624,76 Gonzaga Patriota

2015 Reforma e Iluminação do Estádio Vianão 590.000,00 590.000,00 590.000,00 Gonzaga Patriota

2016 Revitalização de Praças e implementação no trecho do sistema viário e do contorno 791.497,12 791.497,12 647.602,94 Gonzaga Patriota

2016 Plano Diretor do Município 194.702,88 194.702,88 194.702,88 Gonzaga Patriota

2017 Calçamento de Ruas no município 690.900,00 690.900,00 690.900,00 Gonzaga Patriota

2017 Manutenção de Saúde 152.500,00 152.500,00 152.500,00 Gonzaga Patriota

2018 Calçamento de Ruas no município 500.000,00 460.952,38 460.952,38 Gonzaga Patriota

2018 Manutenção de Saúde 300.000,00 300.000,00 300.000,00 Gonzaga Patriota

2018 Calçamento de Ruas no município 250.000,00 Gonzaga Patriota – EXTRA Não foi empenhado

2019 Aquisição de uma Viatura Guarda Minicipal 100.000,00 100.000,00 100.000,00 Gonzaga Patriota (EB)

2020 Manutenção de Saúde 100.000,00 100.000,00 100.000,00 Gonzaga Patriota

2020 Construção Pátio de eventos p/ realização de feiras (Via Secretaria de Turismo e Lazer do Estado) 250.000,00 238.856,00 Gonzaga Patriota

2021 Aquisição veículo Ambulância 216.434,00 209.314,00 209.314,00 Gonzaga Patriota

2021 Ampliação Escola Profº Geraldo Cipriano 469.025,02 100.000,00 Gonzaga Patriota EXTRA

2022 Construção de Ponte 500.000,00 Gonzaga Patriota

TOTAL 25.433.818,26

Parabéns prefeito, ex-prefeitos e ao povo de Afogados da Ingazeira.

Deputado GONZAGA PATRIOTA

PSB-PE